No espelho: Mariana Fonseca - Hoaki

No espelho: Mariana Fonseca


A Mariana tem 26 anos e trabalha com Recrutamento & Seleção, Treinamento e Desenvolvimento da Colgate Brasil, e essa semana ela compartilha os segredos do espelho dela.

 

O que você mais gosta no que você faz? E quais são seus desafios?

O que eu mais gosto no que eu faço é, sem dúvida, ver as pessoas terem uma experiência incrível no trabalho e nos processos seletivos. Nós passamos grande parte da vida trabalhando, então é necessário que tenhamos satisfação no que fazemos e estejamos felizes, isso faz parte do autocuidado.

Meu maior desafio é work balance, adoro meu trabalho, mas preciso entender que preciso me policiar para desconectar no horário certo e cuidar de mim.

 

O que você faz para se divertir?

Gosto muito de sair com os amigos, assistir um filme em casa, ficar com a minha família e ir para algum lugar ao ar livre, próximo de árvores, lagos, cachoeiras, praias, parques e me sentir mais conectada com a natureza, sentir o sol e o vento na pele.

  

  

Você se lembra da primeira vez que se interessou pela beleza?

Meu cabelo sempre foi meu xodó, então lembro muito bem de quando eu era pequena - uns 8 anos de idade - e ficar vários minutos na frente do espelho escovando o cabelo para ir apenas à escola. Lembro que uma vez que havia acabado de sair do cabeleireiro e uma moça na rua disse que meu cabelo parecia o da Sandy - da dupla Sandy & Junior -, fiquei me sentindo. rs

 

Qual é a sua relação com a beleza em geral?

É algo que me importo muito. Tenho passado por um processo de auto admiração e tentado não ligar tanto para o que os outros dizem. Por muito tempo ouvi de pessoas muito próximas dizerem que eu me vestia como garoto e que eu precisava ser “mais menininha” e aquilo me machucava muito, mas depois entendi que eles na verdade esperavam que eu usasse sempre vestidinhos com babados, sandálias, maquiagens e fins. Eu até gosto desse tipo de roupa, mas eu sou mais adepta do tênis.

  

Quando você se sente mais bonita?

Me sinto mais bonita quando me sinto bem: física e psicologicamente. Esses dias são geralmente os dias que mais fico sorridente e falante, e isso faz toda a diferença.

 

Quem foram seus ícones de beleza enquanto crescia?

Pensando em pessoas que eram próximas de mim e que eu as admirava muito, eram: minha professora do jardim de infância, ela tinha um cabelo ondulado e com algumas mechas castanho claro; a outra era a filha de uma amiga da minha mãe, ela era ruiva, tinha os olhos verdes, tinha quadril e ombros largos - como eu - e estava sempre com uma roupas que eu achava super descolada, apesar de simples. Ela estava sempre de calça jeans flare, uma camiseta básica e moletom de zíper, e eu achava o máximo.

Já na parte das famosas, eu adorava peças específicas de algumas mulheres: a jaqueta com touca de pelinhos da Jennifer Lopez no clipe Get Right, a calça da Ciara no clipe Get Up - eu fazia aulas de hip hop naquela época, então era tendência naquele meio - e várias combinações de roupa da Ashley Banks, da série Fresh Prince of Bel-Air quando estava maior e já escolhia as próprias roupas. rs

 

  

Houve algum momento em sua vida - mesmo inesperado - em que você se sentiu particularmente bonita?

Entre Abril e Junho de 2020 foi uma época que eu estava me sentindo muito bem comigo mesma. Estava fazendo ioga, meditação, estava indo muito bem na faculdade, estava fazendo várias entrevistas de emprego para empresas incríveis, estava fazendo planos para mim, entre outras coisas. Isso reforça minha afirmação de que me sinto bem quando me sinto bem física e psicologicamente.

Outro momento que me senti muito linda, foi depois de fazer a minha tatuagem nas costas. Planejei ela por 5 anos antes de encontrar o tatuador perfeito, tirar o projeto do papel e passar para a pele. Me sinto muito sexy quando vejo essa maravilha nas minhas costas.

 

 

  

Qual é a sua filosofia/conceito de beleza?

Durante muito tempo eu tinha um padrão de beleza na minha cabeça, se eu respondesse a essa pergunta há uns 7 anos eu colocaria uma lista aqui. Vai parecer clichê, mas depois de entender que não devo me colocar em nenhuma caixinha, me limitar ao que eu absorvi de outras pessoas sobre o que é belo, acho que beleza é realmente se sentir bem consigo e ver o quão incrível você é.

Passar por cima desse limite é um processo doloroso, mas é extremamente libertador passar a se olhar com seus próprios olhos ao invés de se olhar com os olhos dos outros.

 

Quanto de sua infância influenciou a relutância ou inclinação por produtos da beleza?

Não fui muito incentivada a usar produtos de beleza além dos que eu utilizava quando pequena, como shampoo, condicionador, sabonete e protetor solar. Então nunca fui uma pessoa que usa mil produtos para skin care, hair care, maquiagem etc.

 

Sei que você tem alergia a vários produtos, como isso influencia sua rotina de maquiagem e cuidados de pele?

Com uns 22 anos comecei a ter reação alérgica a produtos como rímel e delineador - meus favoritos hoje em dia -, tive que começar a testar diversas marcas para conseguir encontrar uma que eu me adaptasse e foi muito difícil, pois mesmo os produtos hipoalergênicos me davam ardência nos olhos. Hoje encontrei dois que eu consigo usar por algumas horas sem problemas, mas usar esses dois produtos é algo que evito.

Quando eu uso qualquer produto de maquiagem eu sempre tiro os resíduos com óleo de bebê (Johnsons) e depois lavo o rosto com um sabonete específico.

O que você faz para pentear e cuidar do seu cabelo?

Meu cabelo sempre foi fácil de cuidar, então não sinto necessidade de passar creme para pentear, etc. Geralmente uso shampoo e condicionador em barra, que são mais naturais, e quando vou à praia ou à piscina uso um protetor de fios, para não danificar o cabelo e não embaraçar.

 

Você tem um produto ou rotina que seria o seu Santo Graal?

Sim! Um sabonete que adoro lavar meu rosto com ele: é cheiroso e esfolia levemente a pele. Me sinto outra pessoa depois de lavar o rosto.

 

Agora, uma pergunta sobre comida! Quais ingredientes você sempre tem em sua cozinha, você tem algum cuidado específico com alimentação?

Sempre tenho azeite, sal e legumes. Adoro comer, então tenho um pouco de dificuldade com algumas restrições alimentares, mas tenho alguns problemas gástricos por conta de ansiedade, então preciso tomar muito cuidado com alimentos gordurosos, cítricos, apimentados e lácteos.

 

que mais você faz para cuidar de si?

Beber água, concentrar em respirações, ioga, estar com exames e idas ao médico em dia. Sou uma pessoa que se cobra demais, então quando não consigo tirar um momento do meu dia para fazer um exercício, tenho uma agenda onde escrevo para mim mesma sobre o dia e o que houve para que eu não cumprisse essa meta diária. Às vezes o dia foi puxado, não estou me sentindo bem, tenho outras prioridades, e então preciso lembrar que tudo bem não fazer ioga um dia ou outro, que eu preciso estar bem para conseguir fazer o que quero e o que preciso.

  

 

Quais coisas você evita para manter seu bem estar?

Evito assistir jornal todos os dias e seguir páginas jornalísticas. Infelizmente hoje em dia consumimos uma quantidade enorme de informações, que estão totalmente fora do nosso alcance para arrumar ou ajudar, e isso só trás angústia.

 

Qual conselho você daria para outras pessoas seguindo na sua jornada de beleza própria?

Faça tudo por você e pensando em você.

 

Mariana, obrigada por compartilhar um pouco da sua vida e conceito de beleza conosco!

 

Deixe um comentário